Cineclube Avalovora apresenta Sessão Dupla – Japão

Dando continuidade às atividades deste ano e à nossa proposta de explorar os cinemas estrangeiros, na sessão de setembro iremos para o Japão. O cinema japonês é rico e diversificado; não foi fácil escolher, mas decidimos optar pela animação japonesa e no fim das contas reforçar que esse gênero não é só para crianças.

A sessão deste mês será dupla, contaremos com duas animações do Studio Ghibli, um dos mais renomados quando se trata de animação. As animações escolhidas foram “Meu Vizinho Totoro” (Hayao Miyazaki, 1988) e “O Túmulo de Vagalumes” (Isao Takahata, 1988). As duas animações foram distribuídas para serem vistas em sessão dupla, a primeira leve e otimista (dentro daqui que esperamos de uma animação), enquanto a segunda é um drama forte, mostrando a dura realidade da II Guerra Mundial, do abandono, das pessoas que viveram esse terror e mesmo assim tem toda uma delicadeza ao tratar desse tema tão pesado. O Cineclube Avalovara quer retomar esse formato e exibir as duas animações juntas, e mesmo sendo duas animações tão diferentes esperamos que vocês gostem da experiência de entrar nesses dois mundos da animação japonesa.

Miyazaki e Takahata são parceiros de trabalho de longa data e em 1985 fundaram juntos o Studio Ghibli, dando início a várias produções e criações de animação. “Meu Vizinho Totoro” e “O Túmulo de Vagalumes” estão entre as primeiras animações produzidas pelo estúdio, ganharam prêmios e menções honrosas e até hoje fazem sucesso e são citadas em listas sobre o gênero.

Vamos juntos então? Convida aí @s amig@s e chega lá!

O Cineclube Avalovara tem apoio do Museu do Instituto Histórico e Geográfico de Vitória de Santo Antão (IHGVSA) e da Federação Pernambucana de Cineclubes (FEPEC).

SINOPSE
– Meu Vizinho Totoro
Mei é uma jovem que encontra uma pequena passagem em seu quintal que a leva à um lendário espírito da floresta conhecido como Totoro. Sua mãe está no hospital, e seu pai divide o tempo entre dar aulas na faculdade e cuidar de sua mulher doente. Quando Mei tenta visitar a mãe por conta própria, se perde na floresta, e só o grande e fofo Totoro pode ajudar a menina a achar o caminho de volta para casa.

– O Túmulo de Vagalumes
Uma trágica história sobre dois irmãos – Setsuko e Seita – que vivem no Japão durante a época da guerra e que, após tornarem-se órfãos por causa do conflito (sua mãe morreu e seu pai está desaparecido), vão parar na casa de parentes. As coisas pioram quando acabam tendo que ir viver em um abrigo no meio do mato. Quando Setsuko, a irmãzinha caçula, adoece gravemente, seu irmão deve se virar para conseguir ajuda para a menina, mas os tempos são difíceis e mesmo um pouco de comida pode ser difícil encontrar.

SERVIÇO
Cineclube Avalovara apresenta Sessão Dupla “Meu Vizinho Totoro”; “O Túmulo de Vagalumes”
Classificação indicativa: Livre/12 anos
Data e hora: 24/09/2017 (dom), às 17h
Local: Silogeu do IHGVSA
Entrada Franca

Anúncios

Cineclube Bamako exibirá clássico dos Cinemas Africanos no CCLF!

Cineclube Bamako

Neste mês de Setembro teremos duas exibições em Olinda/PE, uma no nosso parceiro habitual, o CCLF, outra junto ao evento MOMO – Mostra de Moda de Olinda. Confira informações sobre a primeira sessão, em breve faremos uma postagem sobre a segunda:

Nesta sexta-feira (22) vai rolar o Cineclube Bamako de setembro no Centro de Cultura Luiz Freire! A sessão exibirá o longa metragem do cineastra senegalês Ousmane Sembene “A Negra de …” (La noire de …), de 1966. O debate vai ter mediação do professor, antropólogo e membro do Coletivo Afronte, Gilson Baepard Rodrigues Jr. Chega cedo porque também vai ter feirinha de arte a partir das 19h!

O filme conta a história de uma jovem senegalesa que vai trabalhar na França com o casal de franceses que a empregava em Dakar. Inicialmente animada com a perspectiva de conhecer a França, ela logo se vê desiludida, notando diferenças no tratamento…

Ver o post original 51 mais palavras

Reunião Virtual FEPEC nesta terça 19/09, às 20h

Bom dia cineclubistas! Nosso próximo encontro será virtual através do Hangouts. Estamos no processo de mudança dos grupos de email da FEPEC (de Yahoogroups para Googlegroups). Quem tiver Gmail, informe-nos por favor inbox pela fanpage ou pela atual lista de filiadxs.
 
Tenham uma ótima semana!

Lançamento Flores de Baobá | Cabelaço PE

Sessão do Cineclube Bamako em parceria com o Cabelaço PE, este sábado no Centro de Cultura Luiz Freire, programe-se!

Cineclube Bamako

O Flores de Baobá é uma coletânea de Lambe-lambes para acontecer pelas cidades, especialmente Recife e Olinda, cidades-sede do coletivo Cabelaço-PE. É projeto parido em nome do 25 de julho, Dia Internacional da Mulher Negra Latino-americana e Caribenha. No Brasil, Dia da Mulher Negra. Data que é comemorada desde o ano de 1992 e que vem começar a ganhar força em nossas agendas locais só recentemente – “ninguém nos disse que seria fácil” nos disse Audre Lorde. Considerando que até mesmo muitas mulheres negras não tem ciência deste dia, enunciaremos por aí esta força por meio dessas imagens. Que ficaram lindas e enchem as madrecitas acá de inspiração e orgulho. A árvore Baobá representa nossa ancestralidade replantada e renascida pela travessia do Atlântico, as Flores são o nosso germinar ancestral, com força, forma e luz.

Imprimimos artesanalmente lambes com imagens de mulheres negras que admiramos. Elas nos representam porque…

Ver o post original 285 mais palavras

Cineclube Avalovara exibe longa australiano neste domingo (20/08)

Dando continuidade às atividades deste ano e à nossa proposta de explorar os cinemas estrangeiros, domingo (20) nós desaguaremos na Oceania. O filme escolhido é o longa-metragem australiano “Bad Boy Bubby” (Rolf de Heer, 1993), uma metáfora sobre as relações e os valores que permeiam a vida em sociedade. Esta sessão promete muitas reflexões e incômodos, que entendemos serem importantes para pensarmos o mundo.

“Bad Boy Bubby” estreou no Festival de Veneza de 1993, arrebatando o prêmio do Júri Especial. Na Austrália, onde foi produzido, venceu o prêmio do Instituto Australiano de Cinema pelo roteiro, edição, direção e melhor ator.

O filme foi produzido com baixo orçamento e traz algumas inovações interessantes, como 32 diretores de fotografia e captação de som através de um microfone camuflado sobre a orelha de Bubby a fim de passar da maneira mais fiel possível o que o personagem ouviria na vida real. Eis um filme também para pensarmos cinema.

Vamos juntos então? Convida aí @s amig@s e chega lá!
O Cineclube Avalovara tem apoio do Museu do Instituto Histórico e Geográfico de Vitória de Santo Antão (IHGVSA) e da Federação Pernambucana de Cineclubes (FEPEC).

SINOPSE
Bubby tem 35 anos e nunca deixou a pequena casa onde nasceu. Desde pequeno sua mãe o fez acreditar que lá fora o ar era venenoso. Confinado ao cômodo minúsculo seu único companheiro era o gato de estimação, a quem freqüentemente torturava. Quando a mãe saía, Bubby era deixado sozinho e inerte, forçado a acreditar que a figura de Jesus na parede o delataria caso ele ousasse se mover. Se comunica como uma criança pequena, com frases curtas e repetidas. Viveu assim até o dia em que o inesperado aconteceu e finalmente pode conhecer o mundo.

SERVIÇO
Cineclube Avalovara apresenta “Bad Boy Bubby”
Classificação indicativa: 18 anos
Data e hora: 20/08/2017 (dom), às 17h
Local: Silogeu do IHGVSA
Entrada Franca